20
ABR

Cervejas artesanais em Pedra Azul

A região de Pedra Azul oferece cervejas artesanais para todos os gostos – de um chopp bem leve a opções, com alto teor alcoólico, vale experimentar todas nas duas cervejarias que ficam por lá.


 

Cervejaria é ponto turístico? Com certeza! O turismo cervejeiro, para visitação de fábrica e degustação de cervejas artesanais, é forte no Espírito Santo e tem um roteiro definido que inclui Pedra Azul e região. Em Domingos Martins, fica a Barba Ruiva e, na estrada para Venda Nova Imigrante, a Altezza. São mais dois bons motivos para viajar pela Serra Capixaba. 

Ao ouvir falar em cerveja artesanal, pense numa produção mais bem cuidada, indo desde os ingredientes básicos da cerveja, passando pela receita de preparo e chegando até aos conservantes finais, que devem ser naturais e não químicos. 

A Barba Ruiva tem fábrica e bar na entrada de Domingos Martins e produz 10 mil litros de cerveja  por mês, em cinco estilos diferentes – Pilsen, Weiss, Stout, Red e Ipa. Com a grande demanda, resolveram criar o primeiro Brewpub do Estado, para que os clientes experimentasse a cerveja direto da fonte. Durante o dia, dá para conhecer a fábrica e a noite rola música ao vivo no bar e petiscos deliciosos com produtos da região, como o socol e o provolone de Pedra Azul. O local vive cheio de degustadores às sextas, sábados e domingos.  

Já a Altezza, na estrada entre Pedra Azul e Venda Nova, produz sete tipos diferentes de cerveja com maltes especiais, lúpulo, leveduras importadas e água de nascentes da região, sempre em pequenas quantidades, num total de até 4 mil litros por mês. Comece pelas de origens germânicas Weiss e Märzen, passando pelas inglesas Ipa e Porter até chegar na Pérola Negra, uma Russian Imperial Stout com 9,5% de teor alcoólico, a primeira registrada no Brasil. Vá cedo, às sextas, sábados e domingos, para aproveitar a vista privilegiada da Pedra Azul

 

Quer fazer este roteiro? Clique aqui e hospede-se com a gente! 

20 de Abril de 2018